loader image
A mudança no processo de recolha de dados nos últimos 10 anos
26 de Novembro, 2020

Desnecessário será dizer que houve muita reflexão na nossa primeira década, indo desde a reinvenção do array de armazenamento até à oferta de armazenamento como serviço e à experiência de armazenamento mais parecida com a nuvem. Nesse tempo, a transformação digital orientada por dados tornou-se central para qualquer estratégia de negócios de sucesso – e estamos a equipar as empresas com as ferramentas para possibilitar isso.

A visão europeia na mudança digital

Embora saibamos que todas as empresas desejam fazer mais com os dados, uma abordagem geral não será o suficiente. Por exemplo, a Alemanha é um dos primeiros países a adotar a tecnologia e realmente abraçou a nossa oferta Espaço TI como serviço. Os mercados asiáticos tendem a ser um pouco mais conservadores em sua abordagem e decisões de compra, mas quando considera o tamanho de alguns de seus setores e até mesmo a contribuição de empresas individuais para a economia, faz sentido que eles queiram adotar uma abordagem especifica. Por outro lado, na França, as empresas aceitam facilmente as novas tecnologias e movem se muito rapidamente. Na Dinamarca, existem alguns centros comerciais importantes. Apesar de enfrentar restrições quando se trata de infraestrutura de tecnologia, há uma enorme atitude de visão de futuro e apetite por inovação – demonstrando a oportunidade de mercado na região.

Problemas globais

Teria que viver sobre uma pedra para evitar que os muitos problemas económicos globais chegassem às manchetes, e a Espaço-TI testemunhou como estão a impactar as empresas em todo o mundo.
O Brexit sem dúvida levou a um ambiente incerto de tomada de decisão no Reino Unido, e isso teve um efeito macroeconómico mais amplo. Ocorreram flutuações recentes no mercado de ações graças ao debate 5G entre os EUA e a China, que teve um impacto significativo nas tarifas. Tem também havido muitas flutuações cambiais na Turquia, afetando a sua economia. E na África do Sul temos visto muita incerteza política.

A chave para nós é ter sensibilidade e ter consideração por estas questões, mas oferecendo ao mesmo tempo consistência: o mesmo nível de serviço e um que torne mais fácil para as empresas administrar os seus negócios e serem mais lucrativas. É tão simples como isto.

Gerenciamento de dados

Se está a sentir frio e liga o seu aquecedor até aos 21 graus, você não estará preocupado com o processo de back-end que faz isso acontecer. Só quer que o aquecimento ligue. O ‘problema’ é que está com frio e a ‘solução’ é que os radiadores comecem a ligar. O mesmo princípio se aplica ao gerenciamento de dados e transformação digital; os CIOs mais experientes e bem informados preocupam se com os problemas e com as soluções. Por exemplo, o problema pode ser que precise de processar 300.000 transações por dia, mas a sua arquitetura de dados atual torna esse processo lento e difícil de controlar. Precisa que esse processamento aconteça quase em tempo real para fazer melhorias urgentes na experiência do cliente e entregar uma eficiência significativa. Trabalhar com o Espaço-TI para obter a experiência de dados moderna resolve esse problema.

Sectores para estar de olho na próxima decada

É claro que todos os setores de negócios têm problemas com dados e vemos oportunidades em todo o espectro. No entanto, existem alguns com uma necessidade urgente ou uma demanda mais óbvia por soluções de dados mais rápidas, simples, baseadas na nuvem e inovadoras.

Experiência de dados modernos

As aplicações da AI na área da saúde e o seu potencial para o futuro estão bem estudadas; esta é apenas uma das maneiras pelas quais uma experiência de dados moderna pode permitir essa inovação crítica. Mas há tantas outras maneiras de um acesso melhor de forma mais rápida e eficiente aos dados, ter um impacto positivo na sociedade.
Existem tantas possibilidades e, conforme olhamos para a frente na nova década, estaremos em busca de mais oportunidades para fazer o bem enquanto continuamos a inovar, simplificar e modernizar. O poder dos dados ainda não foi explorado, e o Espaço-TI está empenhado para ajudar as empresas a fazer e obter muito mais nos próximos dez anos.

Ainda com dúvidas?

Não se preocupe, a Espaço-TI está aqui para si. Preencha o formulário.

‏‏‎ ‎

Partilhar

Artigos Relacionados

Datasets escaláveis e a razão porque precisamos de FlashBlade na AI

Datasets escaláveis e a razão porque precisamos de FlashBlade na AI

Uma razão fundamental pela qual a aprendizagem profunda teve um aumento no sucesso é o aprimoramento contínuo dos modelos com tamanhos de conjuntos de dados maiores. Em contraste, algoritmos clássicos de aprendizado de máquina, como regressão logística, param de...

Como funciona o fluxo de trabalho de dados na IA

Como funciona o fluxo de trabalho de dados na IA

Um cientista de dados trabalha para melhorar a utilidade do modelo treinado por meio de uma ampla variedade de abordagens: mais dados, melhores dados, treinamento mais inteligente e modelos mais profundos. Em muitos casos, haverá equipas de cientistas de dados...

Como funciona o ciclo de vida dos dados na IA

Como funciona o ciclo de vida dos dados na IA

Os avanços nas redes profundas deram início a uma nova onda de algoritmos e ferramentas para os cientistas de dados acessarem os seus dados com inteligência artificial (IA). Com algoritmos aprimorados, conjuntos de dados maiores e estruturas como TensorFlow, os...